terça-feira, 3 de março de 2015

                       deficit

Humor: Que coisa!

Um alto dirigente do PT aqui da cidade me passou um informação preciosa, qual seja a nova moeda que o governo vai lançar para cobrir o rombo da petrobras, comprar votos de parlamentares daqui pra frente e pagar taxas condominiais de triplex no guarujá.
ofereço em primeira mão aos leitores deste jornal em "decrescente" sucesso e que considero o pior do brasil.
abraços.
Nova Moeda 1
R. Cara leitora, gostei demais de você dizer que esta gazeta escrota é “a pior do Brasil”.
Com a modéstia que a minha característica pessoal mais relevante, quero complementar afirmando que o Estação Jataúba é assim graças ao seu humilde Editor.
Agora, aqui entre nós, o que eu mais gostei foi das fotos das duas antas. Tanto a anta que aparece no anverso, quanto a que aparece no reverso da nova nota de 3 reais. Uma delas de dentes arreganhados, e a outra anta de tromba murcha. Elas formam uma parelha perfeita e admirável.
As duas, somadas à barbística figura do Asno Risonho, formam um trio altamente representativo da República Federativa de Banânia contemporânea e da nossa realidade econômica atual.
O único reparo que faço – já sugerindo ao designer criador desta cédula que ouça minha sugestão -, é que deveria ter sido colocados alguns tolôtes de merda saindo do furico da anta de tromba, e mais alguns saindo da boca da anta de dentes arreganhados. A cédula ficaria ainda mais representativa deztepaiz luloso!
Gratíssimo, cara leitora, por propiciar ao Estação Jataúba dar este furo exclusivo pro mundo todo.
Por e-mail

NOVO AUMENTO VAI REPRESENTAR IMPACTO DE 8% A 10% NA CONTA DE LUZ EM PERNAMBUCO

Os percentuais do reajuste da conta de energia vão variar de 8% a 10% para o consumidor residencial numa simulação feita pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) a pedido do Jornal do Commercio. Esse aumento passou a valer desde a última segunda-feira, dia 02 de março, e inclui a Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) e o incremento do preço da bandeira vermelha, um mecanismo que repassa para o consumidor o alto custo da energia já no mês seguinte. 

A variação na conta do consumidor residencial chega a variar de 8% a 10% porque inclui o percentual da (RTE)  de 1,45% para o consumidor residencial pernambucano mais a bandeira vermelha que saiu de R$ 3 para R$ 5,50. O reajuste da bandeira vermelha tem um efeito de 8,5% na conta, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que controla os preços do setor elétrico.

Já os grandes consumidores instalados no Estado – como a indústria e uma parte do comércio – terão uma RTE com uma  média de 3,88%.

Os percentuais de 1,45% e 3,88% foram divulgados pela Celpe, mas até o fechamento desta edição não ocorreu a confirmação por parte da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo técnicos do setor, o reajuste médio será de 9,95% para o consumidor residencial do Estado.

E se o consumidor está achando que é muito aumento, vá preparando o bolso. Um novo aumento da conta de energia deve entrar em vigor no próximo dia 29 de abril.
                      newtonsilva

POLICIAIS CIVIS DE PERNAMBUCO DECIDEM INICIAR OPERAÇÃO PADRÃO A PARTIR DE ABRIL

 Os cerca de 500 Policiais Civis que se reuniram em assembleia na frente do sindicato da categoria, localizado no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, na noite da quarta-feira (25), decidiram realizar a Operação Padrão em todas as delegacias pernambucanas a partir do próximo dia 6 Abril, caso o governo estadual não atenda às exigências da campanha salarial. Se não obtiverem sucesso com a mobilização, os policiais prometem deflagrar greve.
 A reunião de hoje foi realizada para que a direção do sindicato debatesse com os policiais as propostas feitas pelo governo em encontro ocorrido na última segunda-feira. Na ocasião, estiveram presentes os secretários de Administração, Milton Coelho, e de Defesa Social, Alessandro Carvalho, além de Antônio Barros, chefe da Polícia Civil.
 “No encontro o governo afirmou que só poderia discutir questões financeiras conosco a partir do fechamento do primeiro quadrimestre financeiro, que ocorrerá em maio. Como a categoria está muito insatisfeita, decidimos hoje, por unanimidade, instaurar a Operação Polícia Civil Cidadã a partir de Abril”, afirmou Áureo Cisneiros, presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL-PE).
 Durante a operação padrão, os policiais executarão exclusivamente as tarefas relativas aos seus cargos, evitando os desvios de funções que, segundo o SINPOL-PE, são recorrentes. Por exemplo: se em uma delegacia não houver escrivão de plantão, boletins de ocorrência não serão emitidos. Atualmente, um agente realizaria o procedimento.
 “Os policiais vão continuar cumprindo com as suas funções, mas exigindo condições mínimas de trabalho. Temos o pior salário de Polícia Civil do País. Temos delegacias no Estado que mais parecem um chiqueiro. Exigimos instalações decentes, inclusive para atender bem ao cidadão pernambucano”, concluiu Cisneiros.

Do: Blog Agreste Notícia
                      age

Motoristas têm até dia 1º para apresentar novo extintor veicular


Os motoristas que ainda não adquiririam o extintor de incêndio categoria ABC têm menos de um mês para providenciar o equipamento. No dia 1º de abril, termina o prazo dado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que inicialmente expiraria no mês de janeiro e foi prorrogado por mais 90 dias, em virtude da falta do produto nas lojas especializadas em vários estados do Brasil.

Na Paraíba, o acessório está sendo encontrado apenas em pequenas quantidades, pois quando novas remessas chegam às lojas, rapidamente o produto volta a ficar em falta, devido à procura. Os valores cobrados no Estado variam entre R$ 80,00 e R$ 130,00.

Em João Pessoa, os proprietários de veículos estão enfrentando muitas dificuldades para encontrar o item de segurança nas lojas.

Em alguns locais, desde dezembro que não há extintores disponíveis e a previsão é de que apenas no final de março o problema comece a ser resolvido. Os preços, na capital, podem variar entre R$ 80,00 e R$ 120,00. Em alguns postos de combustíveis, no bairro de José Américo, os extintores podiam ser encontrados na manhã de ontem.

Já em Campina Grande, uma loja situada no bairro do Monte Santo estava cobrando R$ 130,00 por cada unidade e não havia expectativa sobre o tempo de duração dos itens para comercialização. Na rua Doutor João Moura, bairro de São José, o valor estipulado em uma loja é de R$ 110,00, mas apenas na segunda quinzena deste mês, está prevista a chegada de uma nova remessa.

Desde 2009, uma recomendação do Contran determinou a obrigatoriedade do equipamento, após a resolução nº 157 de 2004 ter sido confirmada. Os donos de veículos fabricados antes desse período precisam adquirir o item de segurança, pois a partir de 2010 os carros no Brasil já começaram a sair de fábrica munidos do novo extintor, que tem a capacidade de combater o fogo em estofados, tapetes e painéis.
                     sinovaldo

Eleitor que não votou nem justificou a ausência nas últimas três eleições têm até 4 de maio para se regularizar


Começou nessa segunda-feira (2) o prazo de 60 dias para o eleitor que deixou de votar e justificar a ausência nas três últimas eleições regularize sua situação junto à Justiça Eleitoral. Quase 1,8 milhão de eleitores brasileiros estão nessa condição e deverão comparecer a um cartório eleitoral até o próximo dia 4 de maio, caso contrário, poderão ter o título de eleitor cancelado.

Para normalizar a situação, o eleitor deve se dirigir ao cartório eleitoral mais próximo de sua residência, portando documento oficial com foto, título eleitoral e comprovantes de votação, de justificativa e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa (se houver).

O não comparecimento ao cartório eleitoral para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implicará o cancelamento automático do título de eleitor, que será efetivado pela Justiça Eleitoral no período de 19 a 21 de maio.

O cidadão que não regularizar a situação do título eleitoral a tempo de evitar o cancelamento do registro poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. Além disso, pode ter dificuldades para ser investido e nomeado em concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obter certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

A regra vale para quem deixou de votar ou não justificou a ausência nas três últimas eleições, sendo cada turno eleitoral considerado uma eleição. Também poderão ser computadas faltas aos pleitos municipais, renovações de eleição e referendos. No entanto, não serão contabilizados os pleitos que tiverem sido anulados por determinação da Justiça.

Os eleitores para os quais o exercício do voto é facultativo – menores de 18 anos, maiores de 70 anos e os analfabetos – não serão identificados nas relações de faltosos, bem como as pessoas com deficiência para as quais o cumprimento das obrigações eleitorais seja impossível ou extremamente oneroso.

As relações contendo os números dos títulos passíveis de cancelamento podem ser consultadas nos cartórios eleitorais desde o dia 25 de fevereiro. As listas podem sofrer pequenas alterações por conta de revisão dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). O eleitor também pode verificar se o seu documento está sujeito ao cancelamento no Portal do TSE, na coluna “Serviços ao eleitor”, no link “Situação eleitoral”.
                  ALPB instala Frente Parlamentar da Água e define primeiras ações

Dilma sanciona Lei dos Caminhoneiros

                                protesto_caminhoneiros
Em ato reservado no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff sancionou nesta segunda-feira (2) sem veto a Lei dos Caminhoneiros. O texto foi aprovado pela Câmara em 11 de fevereiro e estabelece regras para o exercício da profissão de motorista. O ato faz parte de acordo entre governo e caminhoneiros para o desbloqueio de rodovias no país.
A nova lei garante, entre outros pontos:
- Isenção de pagamento de pedágio para cada eixo suspenso de caminhões vazios
- Perdão das multas por excesso de peso expedidas nos últimos dois anos
- Ampliação de pontos de parada para descanso e repouso
- Aumento da tolerância máxima na pesagem dos veículos
- Que o caminhoneiro não seja responsável por prejuízos patrimoniais se uma ação for de terceiros.
Em nota divulgada na manhã desta segunda, a Secretaria-Geral informou que a sanção foi motivada pela “liberação de quase todas as rodovias federais brasileiras e a diminuição das manifestações de caminhoneiros”.
Conforme a nota, o governo tomará as medidas necessárias junto ao Congresso Nacional para permitir a prorrogação por 12 meses das parcelas de financiamentos de caminhões adquiridos por programas federais.
Boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal nesta segunda às 15h30 informava que havia interdições totais ou parciais de rodovias em 4 estados – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
Na semana passada, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, informou, após reunião com empresários e caminhoneiros em Brasília, que a Petrobras se comprometeu a não reajustar o preço do diesel pelos próximos seis meses.
Em entrevista no Palácio do Planalto, Rossetto chegou a informar também que empresários e caminhoneiros elaborarão uma tabela para definir os preços do frete. De acordo com a pasta, haverá nova rodada de negociação em 10 de março para a definição de como será feita a tabela.
                        gilson

'A Capital do Amor' saiu do isolamento...

             ALPB instala Frente Parlamentar da Água e define primeiras ações

O município de Amparo, conhecido como ‘A Capital do Amor’, finalmente saiu do isolamento, graças à conclusão de mais uma etapa do Anel do Cariri, executado pelo Governo do Estado. A população está em festa com o fim da buraqueira e poeira que antes existia no lugar, e tanto incomodava quem trafegava pela estrada. Sua inauguração oficial ainda não está agendada, mas deverá acontecer em breve com presença do governador Ricardo Coutinho. 

Chico Lobo.
                     OPI-002.eps

Derrubaram Sapinho no forró no sítio Açúdinho


Carlos Henrique dos Santos mais conhecido por Sapinho, 18 anos, foi assassinado
 na madrugada desta segunda-feira (02) no sítio Açúdinho em Brejo da Madre 
de Deus.

De acordo com informações de populares, era por volta de 01h30min quando o 
crime aconteceu em um bar da localidade. Sapinho foi morto com disparo de arma 
de fogo na cabeça. O corpo foi encaminhado para o IML em Caruaru.

A polícia trabalha na tentativa de descobrir a autoria e a motivação do crime.

Sapinho já tinha passagem pela polícia, foi preso no distrito São Domingos em 
13 em janeiro deste ano, ele era suspeito de cometer assaltos na região.



Do Estação Notícias