quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

PE 2015: Resultados da 4ª rodada, classificação e os próximos jogos!



Atlético/PE vira o placar e derrota o Pesqueira

Tatu-Bola subiu para a terceira colocação do Campeonato Pernambucano 2015.

Atlético/PE vira o placar e derrota o Pesqueira
O Atlético/PE voltou a vencer no Campeonato Pernambucano 2015. Nesta quarta-feira (17), o Tatu-Bola, de virada, derrotou o Pesqueira por 2x1, no Estádio Paulo Petribu, em Carpina. 

Wander abriu o placar para a Àguia, enquanto Patrick e Cajá fizeram os gols do triunfo do Atlético/PE. 

O Tatu-Bola está na terceira colocação da Taça Eduardo Campos, com seis pontos. O Pesqueira está em sétimo, com dois. 

Na próxima rodada, o Atlético/PE enfrenta o América, no domingo (21), às 15h, nos Aflitos. No mesmo dia, Pesqueira recebe o Vera Cruz, às 16h, no Joaquim de Brito. 

Com gols de Kiros, Porto derrota o Vera Cruz

Atacante marcou os dois gols da vitória do Gavião

Com boa atuação de Kiros, Porto derrota o Vera Cruz
O Porto conquistou a primeira vitória no Campeonato Pernambucano 2015. Nesta quarta-feira (17), o Gavião derrotou o Vera Cruz por 2x1 no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. 

Os dois gols do Tricolor do Agreste foram marcados por Kiros, enquanto Cláudio descontou para o Galo. 

O Porto está na quinta colocação da Taça Eduardo Campos, com cinco pontos. Mesma pontuação do Vera Cruz, que está em sexto por causa do número de gols marcados (5x3). 

Na próxima rodada, o Gavião enfrenta o Central, no domingo (21), às 16h, no Lacerdão. No mesmo dia e horário Galo encara o Pesqueira, no Joaquim de Brito.

Jogando em casa, Ypiranga vence o América

Máquina de Costura ganhou do Alviverde por 3x0 em Santa Cruz do Capibaribe

Ypiranga vence o América e assume a vice-liderança
O Ypiranga venceu o América por 3x0, nesta quarta-feira (17), no Estádio Otávio Limeira, em Santa Cruz do Capibaribe, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Pernambucano 2015.
A Máquina de Costura tem sete pontos e subiu para o segundo lugar do Primeiro Turno Eduardo Campos. Já Alviverde, que ainda não venceu, tem dois e ocupa a oitava posição.
O primeiro gol dos donos da casa foi marcado por Ítalo, aos 17 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, aos sete, Clóvis fez o segundo, e aos 36, Danilo Itaporanga fechou o placar.
Na próxima rodada, neste domingo, o Ypiranga vista o Serra Talhada e o América recebe o Atlético-PE.

Central vence o Serra e continua na liderança

Patativa ganhou de virada do Cangaceiro no Nildo Pereira

Central vence o Serra e amplia vantagem na liderança
De virada, o Central ganhou do Serra Talhada por 2x1, nesta quarta-feira (17), no Estádio Nildo Pereira, e ampliou a vantagem na liderança do Campeonato Pernambucano 2015.
A Patativa lidera o Primeiro Turno Eduardo Campos com 10 pontos, três de vantagem para o Ypiranga. O Serra Talhada tem cinco e está na quarta posição. O Alvinegro é único invicto na competição. Foi a primeira derrota do Cangaceiro.
Os donos da casa abriram o placar com Paulinho, aos 35 minutos do primeiro tempo. Os caruaruenses chegaram ao gol de empate aos 39, com Roberto Pitio. Na segunda etapa, aos oito, Fernando Pires fez o gol da vitória dos visitantes.
Neste domingo, o Central faz o clássico contra o Porto e o Serra Talhada recebe o Ypiranga.
                                 chico_caru

JUSTIÇA RESTRINGE PUBLICIDADE DE BEBIDAS ALCOÓLICAS

Uma decisão da 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) restringiu a publicidade de bebidas com teor alcoólico igual ou superior a 0,5 grau Gay Lussac (GL). Com isso, comerciais de cerveja e vinho, por exemplo, só poderão ser veiculados em emissoras de rádio e televisão entre as 21h e as 6h. A veiculação até as 23h só pode ser feita no intervalo de programas não recomendados para menores de 18 anos.

Até então, a restrição valia para bebidas com teor alcoólico superior a 13º GL, pois apenas essas foram tipificadas como alcoólicas pela Lei Nº 9.294/96, que trata do uso e da propaganda de produtos fumígeros, bebidas, medicamentos, terapias e defensivos agrícolas. Com isso, comerciais de cervejas e vinhos podiam ir ao ar a qualquer hora do dia, bem como durante jogos esportivos.

Relator do processo, o desembargador federal Luís Alberto d’Azevedo Aurvalle explica que, após a Lei 9.294, outras regras foram formuladas sobre o tema. A Lei Seca (Lei 11.705/2008), por exemplo, passou a considerar alcoólicas todas as bebidas que contenham álcool com grau de concentração igual ou superior a 0,5º GL. A mesma definição é usada na Política Nacional sobre o Álcool (Decreto 6.117/2007) e pelo Decreto 6.871/2009, que trata da produção e fiscalização de bebidas.

“O que simplesmente se fez nessa ação foi adaptar a lei anterior à posterior”, explica Luís Alberto. Ele acrescenta que, assim como a restrição de horário, as demais implicações da decisão já constam na lei de 1996. Entre elas estão a não associação do produto “ao esporte olímpico ou de competição, ao desempenho saudável de qualquer atividade, à condução de veículos e a imagens ou ideias de maior êxito ou sexualidade das pessoas”, conforme estabelece a norma.

A decisão foi tomada após análise de três ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público Federal (MPF). Nos textos, o MPF argumenta que a regulamentação da publicidade tem o objetivo de garantir o direito à saúde e à vida dos brasileiros, principalmente de crianças e adolescentes. Baseado em diversos estudos citados na ação originária, que tem quase 100 páginas, o órgão sustenta que há  uma associação entre a publicidade e o consumo de álcool, sobretudo o uso precoce.

"Verificou-se que existe verdadeira omissão por parte do Estado ao não cumprir disposição constitucional que obriga a regulamentação da publicidade de bebidas alcoólicas”, afirma o procurador Paulo Gilberto Cogo Leivas, um dos autores da ação.

Ele explica que, com a norma de 1996, “o legislador restringiu apenas a publicidade de altíssimo teor alcoólico, não abrangendo a maior parte das bebidas que são divulgadas e consumidas”. Para Leivas, a restrição atenderá ao objetivo constitucional de proteção prioritária às crianças e aos adolescentes.

A decisão foi comemorada por entidades da sociedade civil. O Instituto Alana considera que a medida vai ao encontro do dever do Estado de proteger a saúde da população e a infância, direitos que, para a entidade, não devem ser relegados a segundo plano em relação aos objetivos do mercado.

“O objetivo da política pública, do Estado e da sociedade brasileira é proteger a saúde da população, o direito dos consumidores e das crianças. E a gente tem o alcoolismo e o consumo precoce de bebidas alcoólicas de crianças e adolescentes como um dos principais problemas de saúde pública no Brasil. Primeiro está a violência, depois o alcoolismo e a obesidade”, ressalta Ekaterine Karageorgiadis, advogada do Alana.

A adaptação do teor alcoólico para regulamentar a publicidade ao que está previsto em outras leis incomodou o segmento empresarial. Segundo o diretor de Assuntos Legais da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abert), Cristiano Flores, a norma pode ter “impacto gigantesco” na indústria da comunicação.

Ele criticou a decisão, que considera caber ao Legislativo e não ao Judiciário. “Quem acabou promovendo essa mudança na legislação foi o Judiciário, o que fere a separação entre os poderes”, opina. Para ele, “a questão não é se a cerveja é uma bebida alcoólica. A questão é como se dá o tratamento legislativo do tema e qual o nível de restrição você pode estabelecer”. A Abert vai recorrer da decisão nos tribunais superiores. “Acreditamos que a decisão do STF [Supremo Tribunal Federal] é completamente distinta”, diz Flores.

A Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (Cervbrasil) disse, em nota, que “prefere se manifestar somente quando a decisão for oficialmente publicada pela Justiça Federal”, sobretudo por evitar falar sobre processos ainda em andamento. O acórdão deve ser publicado nos próximos dias, segundo o tribunal.

A Agência Brasil procurou o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), mas a assessoria informou que ele não se posiciona sobre determinações judiciais. A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) também foi procurada, mas os diretores da entidade não estavam disponíveis.

A decisão vale para todo o país e dá prazo de 180 dias para a alteração de contratos comerciais de publicidade de bebidas alcoólicas, sob pena de multa diária de R$ 50 mil, em caso de descumprimento.
                 thiagolucas

APAGÃO DEIXA 500 MIL PESSOAS SEM ENERGIA NA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE, NESTA QUARTA, DIZ CELPE

Quinhentas mil pessoas tiveram o fornecimento de energia interrompido na noite dessa quarta-feira (17), por causa do desligamento das subestações Joairam e Bongi da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). De acordo com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), as cidades do Recife (Zona Sul, Oeste e Norte), Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata foram atingidas.

Segundo a Chesf, um curto-circuito teria provocado o apagão, que prejudicou as subestações por volta 23h. Os órgãos não entraram em consenso sobre o reestabelecimento da energia no Ibura, Zona Sul do Recife, e um trecho da Zona Oeste, que permanecem sem luz nesta quinta-feira (18).

Em nota, a Celpe informou que aguarda a conclusão das ações de manutenção da Chesf. Já a Chesf disse que desde às 1h15 foi recomposta a subestação Bongi, e às 1h45 a Joairam.

Por causa do ocorrido, as linhas do metrô do Recife, que atendem 400 mil passageiros na capital e região metropolitana, pararam de funcionar. No decorrer da manhã, a Linha Sul e o ramal Jaboatão da Linha Centro voltou ao normal. Já o ramal Camaragibe continua parado, sem previsão de retorno.
                 amorim2

TRAGÉDIA – CRIANÇA DE TRÊS ANOS MORRE DE CHOQUE ELÉTRICO NA ZONA RURAL DE BREJO DA MADRE DE DEUS

 A tragédia aconteceu no final da tarde de ontem quarta-feira (17) no Sítio Cacimba de Pedro na zona rural de Brejo da Madre de Deus.
 Segundo informações repassadas pela família da vítima, José Eduardo da Silva Santos, de 3 anos de idade, estava dormindo com sua genitora quando provavelmente se acordou com frio e tentou desligar o ventilador, recebendo a descarga elétrica.
 O garoto ainda chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal José Carlos de Santana, porém já chegou sem vida à unidade hospitalar.
 O corpo da criança foi encaminhado para o IML da cidade de Caruaru.

Do: Blog Agreste Notícia
               AUTO_son

BAIXANDO O NÍVEL – ROBERTO ASFORA CHAMA DR. EDSON DE ‘VIADO’

 O ex-prefeito Roberto Asfora (PSDB) baixou de vez o nível da política de Brejo da Madre de Deus. O assunto foi pauta das principais emissora de Rádio da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, onde a atitude do político de Brejo da Madre de Deus em chamar o seu adversário, o atual prefeito Dr. Edson de Sousa (PTB), de ‘Viado’ não foi visto com bons olhos pela imprensa da Capital da Moda.
 Na gravação de áudio postada em um grupo de WhatsApp mostra o Tucano consolando seus correligionários sobre a liminar concedida ao atual prefeito. Em determinado momento, o político mostra sua arrogância e diversas vezes chama seu adversário de ‘Viado’.
 A discussão que deveria ser apenas política ultrapassou as fronteiras da sensibilidade, tendo em vista que, além do prefeito ser pai de família é casado, e tal pronunciamento é uma afronta a moral e mostra toda intolerância do político com as pessoas homossexuais quando o mesmo diz que “todo viado tem um pantim”, não que esse seja o caso.
 O assunto tomou conta do Opinião da Rádio Comunidade FM, onde todos os debatedores do programa repudiaram as declarações do ex-prefeito.
                   

MAIS UM ACIDENTE NA PE-160 PARAIBANOS SOFREM ACIDENTE EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE


Agora a pouco aconteceu mais um acidente de trânsito em Santa Cruz do Capibaribe na PE-160 e segundo informações de populares o condutor transitava em um veículo Corsa Classic de cor cinza e placas NXZ- 6500.
 

  Faltando cerca de 4-km para chegar ao Moda Center Santa Cruz, quando perdeu o controle do veículo a capotou as três vítimas seguiam da cidade de Monteiro no estado da paraíba para Santa Cruz do Capibaribe e quando nas proximidades do antigo lixão o condutor Gerivaldo se assustou por conta que em sua frente seguia um veículo Golff e a pessoas que estava ao seu lado gritou.

 
"Nós estávamos vindo da cidade de Monteiro, quando estávamos chegando em Santa Cruz, de repente vimos um Golf na frente da gente, ai eu gritei.. cuidado!! então Gerivaldo se assustou e puxou a direção do carro e depois sobrou na pista" declarou o popular que seguia no veículo que capotou.
Gerivaldo ficou bastante machucado e com a suspeita de ter sofrido um fratura em dos braços foi levado por populares para o Hospital Raymundo Francelino Aragão em Santa Cruz do Capibaribe.
Uma equipe da Guarda Municipal foi acionada e seguiu até o local onde fez os procedimento de segurança no local.



Do Patrulha do Agreste
                  nicolielo

Em Coxixola: Homem é morto com três tiros pelo ex-marido de sua companheira



A polícia militar registrou um assassinato na pequena cidade de Coxixola nesta quarta-feira (17). A vítima é Nerivaldo Marcolino Barbosa, 38 anos, que foi morto com três tiros dentro da casa de sua companheira.

O acusado de cometer esse crime passional que chocou a população coxixolense é Mauro Honório da Silva, ex marido da companheira de Nerivaldo. De acordo com informações da polícia, Mauro chegou na casa da ex mulher e após discutir com ela segui em direção ao quarto onde estava Nerivaldo e disparou os tiros.

O assassino não aceitava a separação que tinha acontecido há mais de 7 meses. A Polícia está em diligência na tentativa de prender Mauro Honório que fugiu em um Monza azul em direção a cidade de Caraúbas.

                  renato

"Minha ficha é limpa", diz Maluf

                                                 malufpequenarindo
O Tribunal Superior Eleitoral decidiu nesta quarta-feira (17) aprovar o registro de candidatura do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), o que o autoriza a assumir um novo mandato na Câmara, a partir de 2015. A decisão derruba decisão anterior do próprio TSE e do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), que haviam barrado o parlamentar com base na Lei da Ficha Limpa. O Ministério Público ainda pode recorrer da decisão no TSE ou no Supremo Tribunal Federal (STF).
Em setembro, por um placar apertado, de 4 votos a 3, o TSE havia negado recurso de Maluf e barrado a sua candidatura à reeleição na Câmara dos Deputados com base na Lei da Ficha Limpa. O parlamentar, no entanto, ainda podia recorrer da decisão no próprio TSE e no Supremo Tribunal Federal (TSE), o que permitiu que ele pudesse continuar em campanha.
O procurador-geral eleitoral, Rodrigo Janot, chegou a enviar, em setembro, parecer ao TSE recomendando que a Corte negasse o registro eleitoral para o parlamentar.
Na decisão desta quarta, o resultado anterior do TSE foi revertido pelo ministro Tarcísio Vieira, que substituiu Admar Gonzaga na sessão. No julgamento feito em setembro, além de Gonzaga e da ministra relatora do caso, Luciana Lóssio, votaram contra Maluf os ministros Luiz Fux e Maria Thereza de Assis Moura. A favor de Maluf haviam votado o presidente do TSE, Dias Toffoli e os ministros Gilmar Mendes e João Otávio de Noronha.
Condenação por improbidade administrativa
Maluf obteve 250.296 mil votos nas eleições deste ano, sendo o oitavo candidato mais votado no estado. Ele, no entanto, não havia sido considerado eleito devido ao fato de o registro ter sido indeferido. O entendimento do TRE ao negar o registro se baseou numa condenação por improbidade administrativa (mau uso de recursos públicos) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.
O caso trata da construção do Túnel Ayrton Senna, quando ele era prefeito da capital paulista. De acordo com o julgamento, Maluf teria responsabilidade no superfaturamento de cerca de R$ 200 milhões da obra.
A lei eleitoral impede a candidatura somente quando o ato de improbidade é cometido de forma dolosa, isto é, com intenção de cometer o delito. Maluf, porém, foi condenado pelo TJ-SP por ato culposo, quando não há intenção de cometer ilícito.
Mesmo assim, o TRE-SP considerou haver dolo no caso com base na fundamentação da decisão do TJ-SP. Em setembro, a maioria do TSE entendeu que, apesar da sentença do TJ-SP não afirme expressamente que houve dolo por parte de Maluf, a intenção ficou implícita. A relatora do caso, ministra Luciana Lóssio, considerou haver dolo e culpa ao mesmo tempo, de forma “siamesa”.
No voto desta quarta que alterou a decisão anterior do TSE, o ministro Tarcísio Vieira ressaltou que a decisão do TJ-SP o condenava por ato somente culposo. “Me parece inviável desprezar a parte dispositiva, que claramente diz ter havido ato culposo”. Aderindo aos votos de Toffoli, Gilmar e Noronha, o placar virou para 4 a 3 em favor de Maluf.
Mudança na bancada
Como Maluf foi o candidato mais votado de sua coligação, a validação de sua candidatura deve mudar a relação de deputados federais por São Paulo inicialmente divulgada. Isso ocorre porque é a soma dos votos dos candidatos e dos partidos da coligação que determina o número de cadeiras que cada uma delas obtêm na Câmara. Com mais votos oriundos de Maluf, a coligação formada por PMDB, PROS, PP e PSD deverá ter direito a mais vagas.
Após a decisão, Maluf agradeceu aos eleitores pelo Twitter e disse que dedicará “todas as forças” ao novo mandato. “Meus queridos como sempre tenho dito, minha ficha é limpa e mais uma vez a Justiça, através do TSE por ampla maioria assim decidiu e minha candidatura foi registrada”, comemorou.