segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Homem que ateou fogo na companheira em Monteiro morre no Trauma de Campina

                   Mais de mil cavaleiros participaram da 3ª Cavalgada da União entre Prata e Amparo
O suspeito de atear fogo na própria companheira na cidade de Monteiro morreu na manhã desta segunda-feira (03), no Hospital de Trauma de Campina Grande, onde estava internado desde o ocorrido no último dia 25. Ele também havia sofrido queimaduras de terceiro grau, conforme mostra a imagem acima, e desde então estava internado em estado grave.
Relembre o caso
A cidade de Monteiro amanheceu em choque com um mais crime bárbaro, de graves sequelas para a vítima. O fato foi registrado na noite desse sábado (25) por volta das 23:45h, deu entrada no Hospital Regional de Monteiro, uma jovem de 25 anos, residente no bairro Alto de São Vicente. Ela morreu neste domingo (26), no Hospital de Trauma de Campina Grande, local para onde havia sido encaminhada.
Ainda consciente, mas com o corpo totalmente “carbonizado” a jovem foi atendida pelo Samu inicialmente e pela equipe médica do Hospital Regional de Monteiro e transferida para o Hospital de Trauma em Campina Grande em estado gravíssimo. O acusado é seu companheiro de 32 anos, que teve parte do corpo queimado, mas passa bem e foi encaminhado para o Trauma sob custódia policial.
As informações iniciais dão conta que o acusado estava com ciúmes da companheira e, por isso, tenha cometido essa barbárie. Ele é acusado de ter espalhado gasolina no corpo da companheira e ateado fogo. A jovem é mãe de três crianças.

Na hora em que a Polícia foi acionada, a jovem agonizada na calçada da casa e o acusado estava em cima do telhado. A violência contra a mulher é constante no Cariri, e o que aconteceu nesta noite em Monteiro teve requintes de crueldade, já que aparentemente estaria consciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário