segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Novos casos de Aids aumentam 170% em Caruaru

Entre 2009 e 2014, foram notificados 456 novos casos de Aids em Caruaru, Agreste de Pernambuco. Os números cresceram 170,7% no período, sendo 41 notificações em 2009, 59 em 2010, 65 em 2011, 90 em 2012, 90 em 2013 e 111 registros no ano passado. Este ano, 61 novos casos de já foram registrados no município. Os dados consolidados são referentes até o dia 31 de maio e foram levantados pela coordenadoria municipal de DST/Aids/HV, divulgados pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde de Caruaru.

O núcleo no município atende ainda a pacientes vindos de outras localidades: houve 44 registros em pessoas vindas de Agrestina, Altinho, Cupira, Jurema, Panelas, São Joaquim do Monte, Sairé, Bezerros, São Caetano, Tacaimbó, Belo Jardim, Santa Cruz do Capibaribe, Riacho das Almas, Cumaru, Vertentes, Ibirajuba, Sanharó, Frei Miguelinho, Taquaritinga do Norte e Barra de Guabiraba.

Os números apontam que há mais casos diagnosticados entre homens. Em 2014 foram 127 pessoas do sexo masculino e 58 do feminino. Em 2013, 142 e 83 respectivamente. Em 2012, 131 e 86. Em 2011, 103 e 62. Já em 2010, 100 e 77.

Desde junho de 1997 - quando foi notificado o primeiro caso - até maio de 2015 foram 2.158 registros. Entre estes, 1.020 moradores de Caruaru e 1.138 de outras localidades. Do total, 1.283 homens e 875 mulheres.

Em Santa Cruz do Capibaribe contamos com o Serviço de Assistência Especializada em HIV/Aids (SAE) que cuida de pessoas vivendo com DST/Aids. Lá o portador de DST/Aids faz exames, recebe acompanhamento de uma equipe multiprofissional e recebe os antirretrovirais (coquetel).

No mesmo local ainda funciona o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), que recebe demanda espontânea da população em busca de preservativos, informações sobre DST/Aids e querendo fazer testagem rápida de HIV, sífilis e hepatites B e C. O local funciona na Rua Antônio Felix da Silva 153, bairro Santo Antônio nas proximidades do Campo do Ypiranga.


 Secretária Estadual de Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário