domingo, 2 de agosto de 2015

Ronda nocauteia paraibana Bethe de forma devastadora em 34 segundos

                   ‘Cinquentinhas’ vão voltar a ter emplacamento obrigatório na Paraíba
Ainda não descobriram a receita para parar Ronda Rousey. A confiança de Bethe Correia no período anterior ao combate não foi o suficiente para acabar com o domínio da americana na divisão feminina dos galos (até 61kg). A campeã precisou de apenas 34 segundos para liquidar a brasileira por nocaute, na luta principal do UFC Rio 7, na madrugada deste sábado para domingo. Mesmo no país da adversária, a campeã conquistou o apoio dos fãs após mais um triunfo impressionante na sua carreira.
Esta foi a 12ª vitória de Rowdy na carreira, em 12 combates. A 11ª que termina no primeiro assalto. Apenas Miesha Tate, sua próxima rival, foi capaz de passar dos primeiros cinco minutos de combate. Após comprovar sua superioridade, Ronda teve seu nome gritado e foi muito festejada pelo público na Arena da Barra. Somando seus últimos três combates, foram apenas 64 segundos dentro do octógono.
- Eu espero que ninguém mais fale de família. Espero que essa seja a última vez – disse Ronda, voltando a alfinetar Bethe. Ela ainda falou português e levou o público ao delírio, antes de sair acenando para os fãs com seu cinturão.

Ronda foi com tudo logo de cara. Jabs poderosos e uppercuts no clinche. Bethe se desequilibrou, deu uma cambalhota para trás e ficou de pé. O combate foi para a grade, e Rowdy disparou um direto de direita potente que fez a brasileira desabar. Não precisava mais nada. A campeã apenas olhou com desdém, soltou uma provocação e foi comemorar com a sua equipe. Ainda não há adversária para Ronda Rousey.

Nenhum comentário:

Postar um comentário