domingo, 27 de setembro de 2015

Se liga Zungão: Sexo oral pode desenvolver câncer de boca?

Há alguns dias li uma notícia de que o o vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, culpava uma vida com muito sexo oral por seu câncer na língua – ele foi identificado, tratado e curado, segundo a imprensa. A explicação longa é que de tanto fazer sexo oral sem proteção ele contraiu HPV e o câncer se desenvolveu daí. Fiquei pensando nessa afirmação e fui buscar informações que a comprovassem.
Bem, a triste notícia é que isso é realmente possível. O HPV é responsável, por exemplo, de uma grande parte de câncer do colo do útero, que atinge mulheres de todas as idades. E isso pode acontecer com qualquer outra mucosa: seja língua, boca, garganta ou amígdalas.
A boa notícia é que você pode se proteger usando camisinha ou simplesmente não fazendo sexo oral sem conhecer bem a pessoa – ok, sei que é difícil e que é complicado pedir exames ao parceiro ou parceira, mas o que vale mais: sua saúde ou sua vergonha?
Um estudo inglês, publicado no New England Journal of Medicine em 2007, chegou a conclusão, um tanto quanto óbvia, de que quanto mais parceiros uma pessoa tiver, maior a chance de contrair HPV. A informação não-óbvia do estudo foi que praticar sexo oral com mais de seis parceiros diferentes pode aumentar de 3 a 4 vezes a chance de desenvolver um câncer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário