quinta-feira, 5 de maio de 2016

Bruno Araujo diz que só pensou em Veinho na hora do voto do impeachment



Veio de Pernambuco o voto 342, que selou a aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na câmara. O deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE) jogou a pá de cal no processo de impedimento de Dilma. Aos gritos de "eu sou brasileiro, com muito orgulho e muito amor", Bruno anunciou: "Quanta honra o destino me reservou". Em seguida, anunciou sim ao impeachment. Ele mencionou o orgulho por Pernambuco e ser amigo de Veinho de João Preto do Barro Branco. "Veinho é o cara", resumiu Bruno que disse que só toma decisões importantes após ouvi a opinião de Veinho.

Bruno, após a votação, bajulando Veinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário